domingo, 25 de dezembro de 2011

A PARTÍCULA DE DEUS

Os resultados das pesquisas para encontrar o bóson de Higgs, também chamado de “partícula de Deus”, estão animando a comunidade científica. Nesta terça-feira, físicos do Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (CERN, na sigla em inglês), em Genebra, afirmaram que o bóson pode ter sido “vislumbrado”, mas ainda são necessários mais dados para comprovar a sua existência. O bóson de Higgs seria responsável pela massa de todas as partículas e explicaria a origem de todas as massas do universo.

O bóson de Higgs é uma partícula subatômica que ainda não foi vista, mas estudos indicam que ela pode existir. Seu modelo foi proposto para explicar a massa por seis físicos, incluindo Peter Higgs, em 1964. Ela é o último item que falta para o “Modelo Padrão”, que explica como as partículas interagem. Caso a “partícula de Deus” tenha sua existência comprovada, será a principal descoberta da física dos últimos 60 anos.


Para encontrar o bóson, duas equipes – Atlas e CMS – estão realizando pesquisas independentes no Grande Colisor de Hádrons (da sigla em inglês, LHC). Os novos resultados mostraram que o mais  provável é que a partícula esteja em faixas de menor energia - de 116-130 GeV (giga elétron-volts). Partículas pequenas como o bóson são medidas em elétron-volt. Um bilhão de elétron-volts, ou um giga elétron-volts, são representados pela sigla GeV.


Caso o Higgs exista, sua duração é muito curta e de rápida transformação para partículas mais estáveis. Essa mudança pode ocorrer de várias maneiras e, por isso, os cientistas usam distintas linhas de pesquisa para buscar o bóson. Apesar de a “partícula de Deus” até o momento existir apenas no papel, alguns cientistas acreditam que estão perto de confirmar se ela é uma realidade ou não. Contudo, os pesquisadores estão confiantes, já que as duas equipes envolvidas, Atlas e CMS, chegaram aos mesmos resultados, causando uma enorme expectativa na comunidade cientifica.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

NÃO ACREDITO EM TUDO QUE ME DIZEM. E SÓ ACREDITO NA METADE DO QUE VEJO.