sábado, 10 de outubro de 2009

VENHA DEPRESSA


Quero que você venha pra mim,

Quero que você seja só minha,

Venha depressa preencher a minha vida

Que está triste e também vazia.



Não me rejeite, não diga que não,

Perdoa-me se algum mal te fiz,

Venha depressa, eu estou te esperando,

E te prometo te fazer muito feliz.



Meu coração está quase explodindo

De tristeza e de solidão,

Venha depressa em nome do amor

Seja piedosa e tenha compaixão.



Não queira ser culpada de homicídio

Pela morte de um homem apaixonado,

Venha depressa, eu estou ficando louco

Estou deprimido, estou desesperado.



A minha vida sem você é um inferno,

O céu já não existe para mim

Venha depressa, eu estou morrendo aos poucos,

E não demores senão será meu fim.



Aqui eu termino meu pedido

Em prantos e em grande aflição

Venha depressa acabar a dor terrível

Que me destrói a mente e o coração.



Antonio Cassiano(O POETA SÓ)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

NÃO ACREDITO EM TUDO QUE ME DIZEM. E SÓ ACREDITO NA METADE DO QUE VEJO.